As seletivas para as categorias de base da Seleção Feminina já fazem parte do calendário da modalidade. Só neste ano, foram realizadas três - Foz Cataratas (PR) em janeiro, Resende (RJ) e Macapá (AP), em fevereiro, e Araraquara (SP), em março - e, nos próximos dois fins de semana, haverá mais dois: em Curitiba (18 e 19 de março) e São Paulo (25 e 26 de março).

Para a primeira convocação das Seleções Sub-20 e Sub-17 deste ano, os treinadores Doriva Bueno e Luizão já convocaram meninas avaliadas nas seletivas, incluindo a última de 2016, em Manaus, durante o Torneio Internacional vencido pela Seleção Principal.

Da Sub-20, Vitória (seletiva de Manaus), Nathyelle e Andressa (Foz do Iguaçu) e Mayara (Resende), e da Sub-17, Mariza e Vitória (Maranhão de 2016), Rita (Macapá), Stefane (Foz do Iguaçu) e Isabela (Resende) já treinam com as demais jogadoras.

Estas meninas têm agora a primeira oportunidade de servir à Seleção em uma etapa de treinamento que visa à formação das equipes para as disputas das competições oficiais em 2018. O técnico da Sub-20, Doriva, lembra que outras meninas, também descobertas em seletivas, chegaram a disputar a Copa do Mundo da categoria no ano passado.

– É possível você sair de uma seletiva, vir para a Seleção Brasileira e até mesmo participar de um Campeonato Mundial. Tivemos esse exemplo ano passado, com a Bruna Calderan, que veio da seletiva do Rio Grande do Sul, e a Fernanda Palermo e a Geyse participaram da seletiva de Recife em 2015.

A Sub-17 e a Sub-20 ficam concentradas na Granja Comary, em Teresópolis (RJ), até a próxima semana, dia 25 de março.