Melhor ataque da competição com 19 gols marcados, defesa menos vazada com apenas três sofridos e um futebol elogiado por todos que acompanham o Sul-Americano Sub-17 do Chile. É assim que a Seleção Brasileira chega para a disputa da partida decisiva contra os donos da casa.

A bola rola para Brasil e Chile às 22h15 deste domingo (19), no Estádio El Teniente, em Ráncagua. Será a terceira partida de uma rodada tripla que ainda contará com Equador x Venezuela, às 17h45, e Colômbia x Paraguai, às 20 horas.

É justamente este segundo jogo que interessa ao Brasil. Caso o Paraguai não vença a Colômbia, ou mesmo se vencer, mas por um diferença de gols inferior a sete, a Seleção entrará em campo na sequência podendo até empatar com os donos da casa para garantir o título.

Com 10 pontos, 10 gols de saldo e 12 marcados neste hexagonal final, o Brasil enfrenta um Chile que tem nove pontos. Os paraguaios, por sua vez, têm oito, com nove gols marcados e saldo de quatro.

Tanto o Brasil, quanto o Chile, vêm de vitória na última rodada. O time do técnico Carlos Amadeu derrotou a Colômbia por 3 a 0, enquanto o os chilenos bateram o Equador por 1 a 0.

Caso leve o troféu para casa, o Brasil será campeão pela décima segunda vez do Sul-Americano Sub-17. Os outros títulos vieram nas edições de 1988, 1991, 1995, 1997, 1999, 2001, 2005, 2007, 2009, 2011 e 2015.