Passado o sorteio dos grupos do Mundial Sub-17 da Índia, realizado nesta sexta-feira (7) em Mumbai, o técnico Carlos Amadeu fez uma análise sobre o que espera encontrar na competição. 

Para ele, ao analisar as equipes classificadas para a disputa da Copa do Mundo, o que fica claro é que haverá muito equilíbrio desde a primeira fase do torneio.

- Portugal, que tem uma equipe sub-17 muito qualificada, ficou de fora, assim como a Nigéria, atual campeã. Isso já indica a força das equipes que chegaram ao Mundial - comentou Amadeu.

Especificamente sobre a chave do Brasil, o Grupo D do Mundial, Carlos Amadeu acredita que é um dos caminhos mais difíceis da primeira fase. A Seleção terá pela frente Espanha, Coreia do Norte e Níger.

- Talvez seja o grupo mais forte da primeira fase, pois conta com o campeão sul-americano (Brasil), o campeão europeu (Espanha), um time africano, que apesar de estar em seu primeiro Mundial vem de um continente de muita tradição nesta categoria, além da Coreia do Norte, um time do qual é difícil conseguir informações - explicou.