O Brasil começou 2017 da mesma forma como terminou o ano passado: vencendo. A Seleção Brasileira derrotou o Paraguai por 7 a 6 (gols de Bruno Xavier (2), Lucão (2), Nelito, Bokinha e Mauricinho, para os brasileiros, Ojeda (2), Zayas (2), Guerrero e Sánchez, para a equipe guarani) - 6 a 6 no tempo normal e 1 a 0 na prorrogação - neste domingo, dia 29, na arena montada no Gramadão da Vila A, em Foz do Iguaçu, alcançando uma invencibilidade de 23 jogos sob o comando de Gilberto Costa. Esta foi a 20ª vitória brasileira em 23 confrontos diante dos paraguaios. 

Apoiados pelas arquibancadas lotadas, os brasileiros comemoraram a vitória no ‘Desafio Itaipu Binacional de Beach Soccer’ e o atacante Bokinha, que chegou aos 50 gols com a camisa amarelinha, elogiou o poder de superação da equipe, que chegou a estar perdendo por 4 a 1 e por 6 a 5 a menos de um minuto para o fim do tempo normal. Bruno Xavier empatou no tempo normal e Mauricinho, após bela troca de passes do ataque, selou a vitória.

- Foi uma vitória na raça, na vontade, no coração. Não fizemos uma boa primeira metade de jogo e eles aproveitaram as nossas falhas. Mas uma das maiores qualidades da nossa equipe é essa união que nos ajuda a superar os momentos difíceis, crescemos no jogo, tocando a bola, ditando o nosso ritmo, e conseguimos uma grande vitória, que nos dá ainda mais moral e confiança para buscar a vaga para a Copa do Mundo - afirmou o camisa 7. 

Este foi o último compromisso do Brasil antes da viagem, na próxima quinta-feira, dia 2, para Assunção, sede das Eliminatórias Conmebol, competição que vai dar três vagas para o Mundial das Bahamas, de 27 de abril a 7 de maio. Depois de convocar 16 atletas para o período no sul do país, o treinador anuncia os quatro cortes nesta segunda-feira, dia 30, e fecha o grupo que vai ao Paraguai. A partida foi de homenagem também para Daniel Zidane: o defensor, tricampeão da Copa do Mundo FIFA (09/08/07) e bicampeão mundial de clubes (13/12), chegou aos 250 jogos oficiais pela Seleção Brasileira. 

O Brasil, hexacampeão das Eliminatórias (2015-2011-2009-2008-2006-2005), é cabeça de chave do Grupo B do Qualifier Conmebol e estreia no dia 5, contra a Venezuela. Depois, na sequência, enfrenta Colômbia (dia 7), Peru (dia 8) e Equador (dia 9). Na chave A estão Paraguai, Argentina, Bolívia, Chile e Uruguai. Oito países já estão confirmados na Copa do Mundo no Caribe: Bahamas (sede), Taiti, Polônia, Suíça, Portugal, Itália, Senegal e Nigéria. A preparação da Seleção Brasileira em Foz do Iguaçu teve apoio da Federação de Beach Soccer do Estado do Paraná e da Usina Hidrelétrica Itaipu Binacional.


Desafio Itaipu Binacional de Beach Soccer
Brasil (1) 6 x 6 (0) Paraguai
1º período - 0 x 0
2º período - 2 x 4 - Nelito (2min), Ojeda (3min52s), Guerrero (4min07s), Sánchez (6min05s), Zayas (7min2s) e Bokinha (10min37s)
3º período - 4 x 2 Lucão (2min04s e 3min48s), Bruno Xavier (6min39s), Ojeda (6min51s), Zayas (8min13s) e Bruno Xavier (11min06s)
Prorrogação - 1 x 0 - Mauricinho (2min51s)

A Seleção Brasileira tem patrocínio de Nike, e apoios da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e da Marinha do Brasil.