O Brasil inicia sua caminhada rumo às Bahamas, sede da Copa do Mundo FIFA 2017, neste domingo (5). A escala no Paraguai é obrigatória e decisiva para as pretensões da Seleção Brasileira, que nas Eliminatórias Conmebol, estreia contra a Venezuela, a partir das 20h30 (horário de Brasília), pela primeira rodada do Grupo B da fase de classificação, na arena montada no Yacht Club de Assunção - a competição acaba no dia 12. Apenas as três primeiras seleções carimbam o passaporte para o Mundial do Caribe, que acontece de 27 de abril a 7 de maio, e o Brasil, seis vezes campeão do Qualifier, chega com retrospectos muito favoráveis.

– Desde que assumi a Seleção Brasileira, há pouco mais de um ano, trabalhamos com um planejamento que tinha como objetivo as Eliminatórias. Nosso foco sempre esteve nessa competição, em chegarmos fortes, jogando bem, para conquistar uma vaga para Bahamas. A Copa do Mundo começa agora para a gente e nossa preparação não poderia ter sido melhor - afirmou o técnico Gilberto Costa.

No histórico das Eliminatórias, o Brasil tem 38 partidas e 36 vitórias, com seis títulos do Qualifier (2005, 2006, 2008, 2009, 2011, 2015), 330 gols marcados (média de 8,68 por jogo) e 91 sofridos (2,4 média). Fernando DDI está preparado para o desafio assim como a equipe, mas sabe que o desafio é grande e o nervosismo acontece.

– É uma estreia, sempre um jogo diferente, um pouco mais nervoso, o que é normal, mas estamos chegando para essas Eliminatórias prontos para jogarmos uma decisão a cada partida. Essa é a mentalidade: cada confronto é uma final. Temos dois objetivos, o primeiro e mais importante, é garantir a vaga para Bahamas, o segundo é lutar pelo título.

Este será o 11º confronto entre Brasil e Venezuela e os brasileiros não sabem o que é derrota: são dez vitórias, 100 gols marcados e 19 sofridos. A maior goleada foi na semifinal das Eliminatórias 2006, quando a Seleção Brasileira venceu por 15 a 1. Até hoje, em Eliminatórias, foram sete confrontos, sendo duas vezes em 2006 e uma vez em 2008, 2009, 2011, 2013 e 2015.

Sob o comando de Gilberto, a equipe não sabe o que é derrota: são 23 jogos, 23 vitórias e cinco títulos internacionais (Sul-Americano, Mundialito Portugal, Mundialito Brasil, Copa Intercontinental e Copa América). A última derrota do Brasil foi em julho de 2015, quando perdeu para a Rússia na prorrogação pelas quartas de final da Copa do Mundo de Portugal.

Oito países já estão classificados para o Mundial no Caribe: Bahamas, Taiti, Senegal, Nigéria, Polônia, Suíça, Portugal e Itália. O Brasil é cabeça de chave do Grupo B no Qualifier. 

Confira os convocados para as Eliminatórias da Conmebol