A Seleção Brasileira garantiu o 11º título da Copa América de Beach Soccer sobre o Paraguai, em Santos (SP), neste domingo (18). Com os gritos de olé vindo das arquibancadas, a conquista se construíu na goleada por 12 a 2, a maior da competição. Este foi o último compromisso antes das Eliminatórias da Conmebol, que acontece em fevereiro, no Paraguai, e classifica três equipes para a Copa do Mundo FIFA Bahamas 2017, realizada entre 27 de abril e 7 de maio.

O Brasil fecha o ano de maneira invicta e com outros quatro troféus internacionais na estante: Sul-Americano, Mundialito de Cascais, Mundialito de Santos e Copa Intercontinental. Desde que assumiu o comando da equipe, o técnico Gilberto Costa não sabe o que é perder. No total de 22 partidas disputadas, são 178 gols marcados e apenas 44 sofridos. Emocionado com as conquistas da equipe no ano, o craque Bruno Xavier exaltou o trabalho da Seleção e a felicidade de vestir a camisa brasileira.

– Foi uma grande vitória, enfrentamos um adversário de alto nível, esse resultado que nos enche de orgulho e mostra que o trabalho está sendo bem feito, o trabalho de todos nós, jogadores, comissão, todos que apoiam, torcem, trabalham e acreditam no Beach Soccer. Esse ano foi especial e fechamos com chave de ouro, com um grupo unido, feliz, que tem sonhos e luta por eles dentro de quadra com todas as forças. É uma honra vestir essa camisa amarela, um privilégio e vamos comemorar muito essa conquista!

Os gols da partida saíram dos pés de Datinha (3), Bruno Xavier (2), Mauricinho (2), Bokinha (2), Daniel, Catarino e Rodrigo. Zayas descontou para o Paraguai marcando os dois gols da Seleção. Esta vitória marcou a 29ª partida de invencibilidade do Brasil na Copa América. Além dos gols, a Seleção Brasileira saiu de campo com os prêmios individuais para Mão (melhor goleiro) e Bruno Xavier (melhor jogador). O venezuelano Vaamonde recebeu o troféu de artilheiro da competição, marcando 12 vezes. 

Durante a competição, a camisa verde-amarela estampou o escudo da Chapecoense e a frase ‘Força Chape em memória às 71 vítimas do desastre aéreo no dia 29 de novembro. Uma placa foi fixada na lateral da quadra com a frase “Nossos corações estão com vocês”. Antes do pontapé inicial da decisão, foi respeitado um minuto de silêncio com as presenças dos repórteres André Hernan (SporTV) e Fernando Caetano (Fox Sports), e de Riascos, capitão da Colômbia, que vestiam camisas da Seleção Brasileira com homenagens.