O Brasil começou bem a sua caminhada rumo ao pentacampeonato da Copa do Mundo FIFA. Em sua estreia, nesta sexta-feira (28), a Seleção Brasileira derrotou o Taiti, atual vice-campeão mundial, por 4 a 1 (gols de Catarino (2), Bruno Xavier e Filipe, com Tepa descontando), abrindo com vitória a participação no Grupo D do Mundial, que está sendo disputado nas areias de Nassau (Bahamas).

Com o resultado, o Brasil chegou à 499ª vitória na história nas areias e volta à quadra neste domingo (30), às 19h30 (horário de Brasília) para medir forças com a Polônia, campeã das Eliminatórias da Europa.

Tepa abriu o placar aos dois minutos. Não demorou muito e o estreante Filipe, caçula da equipe, empatou em bela jogada individual aos quatro. Bruno Xavier mostrou toda sua categoria ao encobrir Jo, para colocar o Brasil em vantagem. Golaço aos seis minutos e 2 a 1, placar do equilibrado primeiro tempo.

De bicicleta, Catarino aumentou no início da segunda etapa: 3 a 1, aos 49 segundos. Muito equilíbrio, boa presença dos goleiros, mas foi só isso. No último período, o Brasil partiu em em busca de mais gols e Catarino ampliou: 4 a 1, aos quatro minutos. Rodrigo ainda perdeu um pênalti, mas que em nada apagou o brilho da bela estreia no Caribe.

Catarino, autor de dois gols na vitória sobre os polinésios, comemorou o bom resultado.

– O mais importante era vencer e vencemos. Estreia é sempre uma partida difícil, mais nervosa, que exige muito da parte mental também. Do outro lado estava uma equipe forte, os vice-campeões mundiais e isso faz essa vitória ser ainda mais importante e especial. Fico feliz por ter ajudado a equipe com meus gols, mas o mérito é do time, sem a força coletiva e a entrega de todos não teríamos saído vencedores. Todos estão de parabéns e já pensamos na Polônia – afirmou o camisa 4.

Esta foi a terceira vitória verde-amarela contra os rivais, sendo a segunda em Copa do Mundo (havia vencido em 2013). A outra foi no ano passado, na Copa Intercontinental de Dubai. O atacante Bokinha não atuou por estar cumprindo suspensão após ter sido expulso nas Eliminatórias. No outro confronto válido pela chave, o Japão goleou a Polônia por 9 a 4.