A Seleção Brasileira Feminina, que disputa o Torneio das Nações, nos Estados Unidos, tem seis representantes na NWSL, liga de futebol feminino americana: Mônica, Marta e Camila atuam no Orlando Pride, Bruna e Andressinha, no Houston Dash, e Debinha, no North Caroline Courage.

Algumas são estreantes na liga, como Camila, Bruna e Debinha, enquanto as outras já disputaram a competição em outras edições: Mônica, Andressinha e Marta.

– Acredito que este ano a liga está mais competitiva. Especialmente para mim, estou atuando em uma posição diferente da que eu costumo fazer, de volante. Mas acho que como um todo, o meu time, o Orlando, fez boas contratações, e os jogos estão muito mais competitivos – analisou Mônica, em sua segunda temporada americana.

Toda a experiência na NWSL e o intercâmbio com as jogadoras americanas que atuam em seus clubes aumentam ainda mais a expectativa para o confronto com os Estados Unidos neste domingo (30), em San Diego. 

– Para a Seleção Brasileira é importante ter meninas atuando em uma das ligas mais fortes do mundo. Hoje somos seis jogadoras na equipe. É muito bom, pois jogamos com muitas delas no time e também contra. Sabemos como atuam e como podem nos surpreender – concluiu Andressinha.

A partida entre Brasil e Estados Unidos, pela segunda rodada do Torneio das Nações, é às 17h (21h de Brasília), no Qualcomm Stadium, em San Diego.