Os trabalhos intensos da Seleção Brasileira Feminina em Manaus ao longo da semana surtiram efeito na vitória por 6 a 0 sobre a Bolívia, na noite deste domingo (9), na Arena da Amazônia. Em uma das atividades, a técnica Emily Lima ensaiou jogadas nas cobranças de falta e escanteios. Três dos seis gols da Canarinho usaram os artifícios treinados no dia a dia.

No primeiro gol da Seleção, aos cinco minutos, Francielle aproveitou falta na entrada da área, no lado esquerdo do campo, e acertou um lindo chute, no ângulo, por cima da barreira, para abrir o placar. Dezenove minutos mais tarde, a responsável pela inauguração do placar na noite cobrou escanteio curto com Marta, recebeu de volta e cruzou na cabeça de Cristiane para a artilheira ampliar o marcador. Já no fim da etapa inicial, aos 43, a lateral Letícia, estreante da noite, fez boa jogada e serviu Marta. A camisa 10 recebeu em ótimas condições e bateu no canto direito da goleira Alvarez para marcar o terceiro.

Uma das principais encarregadas pelas cobranças de falta durante o jogo, Francielle recordou os dois primeiros gols da partida.

– Essa é uma jogada que a gente já vinha fazendo. Na falta, ali era mais para a perna direita. A Marta me falou que era só acertar o gol, tirar um pouquinho, que a bola ia entrar. No segundo gol, chamei ela para fazer a jogada, que a Emily cobra bastante a gente. Se treinar, tem que fazer. Eu fico muito feliz que tenha dado certo.

O cruzamento de Francielle na jogada ensaiada foi concluído por Cristiane. A atacante exaltou as características do elenco da Seleção Brasileira para esse tipo de jogada.

– O que você procura fazer no treino, acaba saindo no jogo. Mas tem que tentar. É muito treinamento. Nós temos essas meninas mais altas e a gente sabe aproveitar as bolas paradas – lembrou.