Chegar à Seleção Brasileira é o sonho de qualquer atleta, independentemente da modalidade e da categoria. Com Kamilla e Rita não foi diferente, as duas atacantes sempre trabalharam visando a chegar na equipe nacional.

Kamilla joga no Iranduba, é uma das artilheiras da equipe amazonense, tem feito belos gols, é uma das semifinalistas do Brasileiro Feminino A1 e, aos 22 anos, tem sua primeira oportunidade na Seleção. Rita atua no São José, trabalhou com a técnica Emily Lima na equipe em 2015 e 2016, foi campeã Paulista e vice da Copa do Brasil. Hoje, aos 27 anos, depois de atuar na Seleção Sub-20 em 2009 e 2010, chega à equipe principal.

As histórias e trajetórias são diferentes, mas a vontade e o objetivo são os mesmos: fazer um bom trabalho e aproveitar a oportunidade na Seleção.

Emily ainda não definiu a equipe que enfrentará a Alemanha nesta terça-feira (4), em Sandhausen, mas neste domingo (2), a dupla de atacantes fez seu primeiro treino com a camisa da Seleção e já conseguiram sentir um pouco da emoção e ansiedade de representar o seu país.

– Acho que toda a atleta sonha em chegar à Seleção, e comigo não foi diferente. Quando eu soube que tinha sido convocada não acreditei, na verdade, acho que a ficha só caiu quando cheguei no aeroporto, encontrei as meninas e principalmente hoje no treino. Estou muito feliz e vou aproveitar ao máximo essa oportunidade – disse Kamilla.

Nesta segunda (3), às 15h (10h de Brasília), a Seleção fará o treino de conhecimento de campo, no Stadion am Hardtwald, em Sandhausen.