O treino aberto da Seleção Brasileira Feminina desta quinta-feira (6), no Estádio Carlos Zamith, em Manaus, teve um gosto especial para dois goleiros do Nacional/AM. Victor Hugo e Matheus Santos, ambos da categoria sub-20 do time, participaram das atividades ao lado das goleiras Bárbara e Thais Picarte, sob o comando do preparador Isaque Rodrigues. Além dos jogadores, os preparadores de goleiros Nailton Garcês (Nacional), Iuna (Rio Negro) e Gelson Souza (Manaus) também puderam compartilhar conhecimento nesta tarde.

– Tudo aqui é diferente. É a Seleção Brasileira, né? O que surpreende mais é a qualidade profissional delas, é algo magnífico. Levei uns quatro gols da Marta (risos). Geralmente, quando estou na frente do atacante, balanço, ele já desarma. Mas, com ela, eu balançava e ela já marcava – relatou Victor Hugo.

Matheus Santos também comentou sobre a oportunidade de estar ao lado da Seleção Feminina e sobre o trabalho realizado pela comissão.

– É um prazer e um aprendizado enorme. Foi muito pouco tempo, mas uma experiência incrível. A forma de trabalhar deles é diferente, e a gente aprendeu bastante.

Atento durante o trabalho comandado por Isaque Rodrigues, o preparador de goleiros Gelson Souza, do Manaus, falou sobre o intercâmbio dessa tarde.

– O futebol, em um modo geral, sempre está inovando. Nos trabalhos que eu vi aqui, ele mostrou mais intensidade, sempre trabalhando a parte da mecânica. Hoje em dia, o goleiro jogando com os pés é um jogador a mais. É muito importante o clube trabalhar essa parte técnica com os goleiros. Também faço isso no Manaus e deu para pegar boas dicas.

Acompanhando a estadia da Seleção Feminina em Manaus, o presidente da Federação Amazonense de Futebol, Dissica Tomaz Valério, ressaltou a importância do encontro desta quinta-feira.

– Temos bons goleiros aqui, mas achei que seria muito importante esse treinamento diferente para que novos posicionamentos pudessem ser inseridos. Conversei com a comissão e, prontamente, a Emily gostou da sugestão, e eles vieram. Essa integração é extremamente importante. Os meninos vão se sentir motivados, a Bárbara e a Thais Picarte foram muito simpáticas com nossos treinadores de goleiros. Todos ficaram muito entusiasmados – disse o presidente.

Comandada por Emily Lima, a Seleção Feminina enfrenta a Bolívia no próximo domingo (9), na Arena da Amazônia. O amistoso será às 20h30 (de Brasília).