A Seleção Brasileira Feminina venceu a Islândia por 1 a 0 nesta terça-feira (13), em Reykjavik, com um grupo renovado. Das 20 jogadoras convocadas pela técnica Emily Lima, oito passaram pelas últimas seleções brasileiras sub-20: Gabi Nunes, em 2016; Djenifer, Andressinha, Letícia e Camila, em 2014; e Dani Neuhaus, Bia e Juci, em 2012.

Ao longo do jogo contra as islandesas, a treinadora fez cinco mudanças: Rosana, Djenifer, Bia, Jucinara e Camila entraram nos lugares de Debinha, Fran, Darlene, Tamires e Gabi Nunes, respectivamente.

Com as substituições, ela montou um time novo: Letícia já estava pela lateral direita, Juci entrou na esquerda, Djenifer fez a dupla de volantes com Andressinha – como era no Mundial Sub-20 em 2014 –, e Camila entrou no lugar de Gabi, que pela primeira vez iniciou a partida como titular.

– Para mim é motivo de muito orgulho estar na Seleção. Começar jogando então foi muito bom. Acho que essa mistura de jogadoras experientes com as mais novas é muito importante, para dar bagagem para nós – avaliou Gabi Nunes.

Marta, Rosana e Bárbara eram as mais experientes quando Emily fez as alterações. O gol saiu, inclusive, da mescla de juventude com experiência: a camisa 10 recebeu um passe perfeito de Andressinha e abriu o placar.

– Essa mistura tem que existir. Para nós, que estamos há mais tempo na Seleção, é muito gratificante ver as meninas da base subindo e dando conta do recado na Seleção Principal. Acho que isso só tem a melhorar e evoluir o trabalho – analisou a capitã da Seleção, Marta.