Na convocação para os próximos amistosos da Seleção Brasileira, marcados para junho, o técnico Tite listou algumas novidades em relação às últimas listas. Entre elas, nomes como Diego Alves, David Luiz, Jemerson, Alex Sandro, Rafinha e Rodriguinho.

Logo após o anúncio da manhã desta sexta-feira (19), o treinador concedeu entrevista coletiva na sede da CBF, no Rio de Janeiro, e comentou sobre a escolha dos “novatos”.

– O Rafinha tem 135 jogos, campeão alemão. Jemerson foi campeão francês e semifinalista da Champions, e acompanhamos in loco seu desempenho. Tem todas as credenciais neste aspecto. O Rodriguinho foi um dos destaques do Campeonato Paulista, ele concorria com o Diego. Eu procuro colocar e deixo claro que os atletas precisam concorrer com lealdade. Que os atletas produzam mais e elevem o nível técnico. Poderia ser o Diego, mas neste momento é Rodriguinho.

Tite também falou do retorno de David Luiz e sobre o papel que o jogador pode exercer dentro da Canarinho.

– Eu coloco que o David Luiz é versátil. Deve ter mais de 20 jogos como meio campista. Ele tem essa versatilidade na primeira função ou mais atrasado. Foi campeão inglês, em alto nível, merece estar nesta convocação – comentou.

Questionado sobre a formação da base da Seleção Brasileira para a disputa da Copa do Mundo de 2018, na Rússia, o treinador foi enfático ao falar sobre a consolidação da equipe.

– Há uma construção e consolidação de equipe, mas essa construção é no momento dos atletas. Ter uma certa coerência na utilização dos atletas. Serve para o Diego Souza, que entrou bem no jogo contra o Uruguai, apesar de pouco tempo, participou de duas jogadas. Então, que se dê oportunidade a ele e não seja "bota e tira". Dudu e Taison concorrem? Concorrem. O momento foi de Taison porque fez dez gols, deu assistências na Europa League. Estão concorrendo. Todos esses detalhes são levados em consideração para essa construção de equipe. Serão nove jogos até lá – finalizou.

Clique aqui e confira a lista completa dos convocados! O Brasil enfrenta a Argentina no dia 9 de junho, no Melbourne Ground Park, às 20h (7h de Brasília). No dia 13, o confronto será diante da Austrália, nos mesmos local e horário.