A última vez que Brasil e Austrália se enfrentaram no futebol feminino foi nos Jogos Olímpicos Rio 2016, e a Seleção Brasileira levou a melhor. O confronto terminou empatado sem gols no tempo normal e na prorrogação, o que levou a decisão da vaga para a semifinal do campeonato para a disputa de pênaltis. Nas cobranças, Bárbara defendeu o pênalti, manteve o Brasil vivo e classificado para a próxima fase.

– Acho que esse foi um dos melhores jogos que já disputei. A Marta não cobrou bem o pênalti, e eu pude ajudar a equipe defendendo, e dando continuidade nas cobranças. Graças a Deus deu tudo certo naquela partida – relembra a goleira Bárbara.

As duas seleções voltam a se encontrar nesta quinta-feira (3), pela última rodada do Torneio das Nações, no StubHub Center, em Carson, às 16h15 (20h15 de Brasília).

– Acho que vai ser um jogo muito estudado. São duas seleções que jogam querendo a vitória a todo momento. A Austrália joga com toques rápidos, e temos que estar bem postadas e compactas nas nossas linhas de quatro. As laterais sobem muito, e tempos que aproveitar esses espaços para buscar o gol – analisou a lateral Tamires.

A Austrália é a líder do Torneio com seis pontos e duas vitórias. As americanas têm três pontos, uma vitória e uma derrota. O Brasil e o Japão têm um ponto cada, um empate e uma derrota.