Das chuteiras ao terno e gravata, Edu Gaspar tem história com a Seleção Brasileira. Neste dia 16 maio, o coordenador de seleções da CBF comemora 39 anos de idade.

Ele vestiu a amarelinha pela primeira vez em 2004, ano em que conquistou a Copa América, quando a seleção pentacampeã do mundo se preparava para a Copa do Mundo de 2006. Convocado pelo técnico Carlos Alberto Parreira, Edu também fez parte do elenco que conquistou a Copa das Confederações 2005, com direito a goleada sobre a Argentina na decisão.

Entretanto, Edu ficou a um passo da Copa do Mundo. Uma lesão às vésperas do Mundial tirou as chances de ser convocado por Parreira.

Origem e chuteiras penduradas no Timão

Edu começou e terminou a carreira de atleta no Parque São Jorge. Revelado pelo Corinthians, o ex-meia foi bicampeão brasileiro ainda jovem, em 1998 e 1999, e conquistou também o Mundial de Clubes de 2000.

Quando deixou o Alvinegro, Edu atuou durante oito anos no futebol europeu. Fez história no Arsenal, quando fez parte da equipe conhecida como The Invencibles, que conquistou o Campeonato Inglês de forma invicta. Depois de passar pelo Valencia-ESP, Edu voltou ao Corinthians em 2009 e assumiu o terno e gravata ao anunciar a aposentadoria dos gramados 2011. 

Edu Gaspar se tornou gerente de futebol do clube paulista e seguiu conquistando títulos, ao lado do técnico Tite. Ele não parou com sua experiência em campo e foi buscar a qualificação fora dele. Estudou, levantou taças e hoje, braço direito do treinador da Seleção, tem a chance de, sem as chuteiras, conquistar uma Copa do Mundo. É ano que vem, na Rússia.

Feliz aniversário e boa sorte, Edu!