Fran não é novata na Seleção Brasileira Feminina. Já disputou Copa do Mundo, Jogos Pan-Americanos, Copa América e diversos amistosos. Entretanto, a partida deste domingo (9) contra a Bolívia, na Arena da Amazônia, teve um gostinho especial: depois de alguns anos, a volante iniciou uma o jogo como titular e marcou um gol, de falta, como gosta. O Brasil venceu por 6 a 0.

Eu estou muito feliz de ter tido uma nova oportunidade, desde o Torneio (Internacional de Manaus), quando participei de alguns jogos e agora iniciando a partida, fazendo gol, participando de outras jogadas. Isso mostra que estamos crescendo, mas que ainda tem muita coisa a evoluir pela frente – avaliou a jogadora.

O primeiro gol foi dela. De falta, após um bate-papo com Marta, que também estava na bola para a cobrança. Fran bateu lindamente e abriu o placar. No segundo gol, a dupla apareceu de novo. A volante cobrou o escanteio curto em jogada ensaiada com a camisa 10, que cruzou para Cristiane cabecear e marcar.

No meio, Fran jogou ao lado de Thaisa, que costumava ser parceira de posição de Formiga. Perguntada sobre ser uma substituta da camisa 8, que se aposentou da Seleção no fim de 2016, Fran é enfática e direta.

– Difícil falar em substituta da Formiga, porque ela é única. Eu chamo ela de mito. Pela história que ela fez, não tem como comparar com ninguém. Mas eu posso começar a minha história, tanto eu como outras meninas da minha posição, que estão e não estão aqui, como a Andressinha, que é uma menina muito talentosa e que acredito que vai fazer parte desse grupo – concluiu.