Gabi Nunes é uma das promessas da nova geração do futebol feminino do Brasil. Com cinco gols em quatro jogos, a atacante conquistou a vice-artilharia da Copa do Mundo Sub-20 da Papua-Nova Guiné, em 2016, e recebeu a chuteira de prata no amistoso da Seleção Brasileira contra a Bolívia, neste domingo (9), na Arena da Amazônia.

– Fiquei muito feliz. Não tenho nem explicação para descrever esse momento. Foi uma alegria grande ter recebido o prêmio da Marta, uma pessoa que admiro desde pequenininha, e hoje tive a felicidade de estar no campo com ela e receber o prêmio das mãos dela. É um sentimento que vou levar para o resto da vida – afirmou.

Após se destacar na Seleção Sub-20, Gabi Nunes teve sua primeira chance na principal na disputa do Torneio Internacional de Manaus, em dezembro do ano passado. Novamente convocada, dessa vez para o amistoso contra a Bolívia, a atacante acredita que está no caminho certo para escrever seu nome na história da Seleção Feminina.

– É o que a Emily fala, para a gente sempre continuar trabalhando. Venho tentando treinar o máximo no Corinthians para chegar aqui e fazer o melhor trabalho e tentar ajudar da melhor forma possível. Todos os dias tento me empenhar para melhorar a forma tática, física e o que precisa para fazer um ótimo jogo e um ótimo treino – acrescentou.