No último domingo (9), Thaisa fechou a goleada da Seleção Brasileira Feminina por 6 a 0 sobre a Bolívia, na Arena da Amazônia. Aos 38 minutos do segundo tempo, Darlene cruzou pela direita, e a volante aproveitou a sobra da defesa boliviana para dar números finais à partida. Logo após a comemoração, a jogadora se assustou quando a treinadora Emily Lima a chamou no banco.

– É que fazia um tempão que eu não fazia gol e já estava agoniada. E a Emily, desde que chegou, fala para eu me soltar e arriscar mais. Até que, no final do jogo, consegui marcar. Aí ela meu chamou e não entendi nada. Quando cheguei, ela me abraçou e disse que eu tenho que acreditar mais em mim e chutar mais para o gol. Só tenho a agradecer a ela pela oportunidade de vestir essa camisa mais uma vez – explicou Thaisa.

Satisfeita com o desempenho da jogadora na partida, Emily também explicou o motivo de ter chamado Thaisa após o gol anotado.

– Eu sempre assistia muito à Seleção Brasileira e via que a preocupação dela era cobrir a função da Formiga. Quando eu cheguei, falei que ela também podia fazer a função que a Formiga fazia. Acho que isso aí é uma troca. Uma volante não pode ficar presa por conta da outra. Eu gosto que elas não tenham posição, que elas joguem à vontade e isso aconteceu no jogo. Ela finaliza muito pouco e eu sempre estou no pé dela. E quando ela fez o gol eu chamei e falei: “está vendo como você pode finalizar e poderia ter finalizado outras vezes?”. Ela agradeceu e foi um momento recompensador para os dois lados.