Dos 23 jogadores da Seleção Brasileira relacionados para enfrentar a Colômbia em Barranquilla, nesta terça-feira (5), três deles podem dizer que se sentem à vontade na cidade. Isso porque foi nela que o Brasil passou a maior parte do tempo no Mundial Sub-20 de 2011, quando sagrou-se campeão pela última vez na categoria.

Philippe Coutinho, Casemiro e Alex Sandro faziam parte daquele grupo, que foi comandado pelo técnico Ney Franco e conquistou o título de forma invicta. Barranquilla foi sede da etapa final de preparação da equipe, dos três jogos na primeira fase e também da classificação nas oitavas de final.

Dos três, Coutinho foi o único que marcou gols no Estádio Metropolitano Roberto Meléndez, o mesmo que receberá Brasil x Colômbia nesta terça-feira (5), às 15h30 (17h30 de Brasília). Ele deixou sua marca na vitória por 3 a 0 contra a Áustria e também na goleada por 4 a 0 em cima do Panamá.

Por outro lado, Alex Sandro viveu momentos de tristeza naquela competição antes de poder comemorar, de longe, o título. O lateral-esquerdo voltava de contusão quando sentiu novamente um problema na coxa e teve de retornar ao Brasil, pois não teria mais condições de jogo na competição.

Naquela disputa, Barranquilla, que recebeu a Seleção de braços abertos e chegou até a promover um verdadeiro carnaval na frente do hotel, serviu de base para a arrancada brasileira. O título veio após uma suada quartas de final contra a Espanha, com direito a grandes penalidades, vitória sobre o México na semi e uma batalha épica contra Portugal na decisão: 3 a 2.