Um ano que termina com título conquistado, um terceiro lugar no Mundial da categoria, inúmeros prêmios coletivos e individuais e ainda muitos jovens testados com a camisa da Seleção Brasileira. Assim foi o 2017 da Sub-17, categoria que foi comandada pelos técnicos Carlos Amadeu e Guilherme Dalla Déa (como auxiliar) nesta temporada e formada por atletas nascidos em 2000 e 2001.

Tudo começou com a conquista do Sul-Americano do Chile, em março. Com um futebol que encantou o mundo, o Brasil levantou o troféu de forma invicta e ainda terminou a competição com a melhor defesa, o melhor ataque, o artilheiro e ainda o prêmio Fair Play. Pelo que fez dentro e fora de campo, a equipe foi elogiada inclusive pelos seus adversários.

Depois do título veio a etapa de preparação para o Mundial da Índia. Além das convocações, treinos e amistosos internacionais, o Departamento de Seleções também inovou no processo de acompanhamento e escolha dos atletas monitorados. Observadores técnicos assistindo treinos 'in loco', passando a semana em clubes eventualmente, contato direto com departamento médico, participação do Fábio Mahseredjian (preparador físico da Seleção Principal) no contato com os profissionais dos times... Tudo isso contribiu para a convocação final.

No Mundial, a Seleção Brasileira levou o título, mas representou muito bem o país. Teve vitórias emblemáticas contra Espanha e Alemanha, viu seu goleiro ser eleito o melhor da competição e novamente foi considerada a equipe mais disciplinada do torneio, levando para casa o troféu Fair Play.

O próprio técnico Carlos Amadeu relembrou tudo isso neste papo com a CBF TV!