Quando a coisa está um pouco apertada, está difícil furar a defesa adversária, pode esperar que a estrela de Paulinho vai brilhar. Foi assim contra o Uruguai, em pleno Estádio Centenário, e foi assim nesta quinta-feira (31), na Arena do Grêmio, em Porto Alegre.

Eram jogados mais de 20 minutos do segundo tempo, e Brasil e Equador seguiam empatados em 0 a 0. Paulinho já havia chegado perto de marcar um gol de placa na primeira etapa, mas o goleiro Maximo Banguera pegou.

Para colocar a bola nas redes foi preciso oportunismo mesmo. O escanteio cobrado da direita caiu exatamente no pé de Paulinho, que estava livre, teve tempo de dominar e encher o pé para estufar o barbante.

Este foi seu quinto gol nas Eliminatórias da Copa do Mundo. Mais uma vez, o meia mostrou que tem faro de gol.